Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Crie seu próprio Site Grátis! Templates Incríveis em HTML5/CSS3, Galerias de Fotos, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Menu
Enquete
cre nesses livro Biografias(?!) de pombagira?
sim
Só quando ela conta.
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (266 votos)



ONLINE
1




 

 

 

 

 

 

xxxxxxxxxxx

Radio

      
MusicPlaylist

 

Music Playlist at MixPod.com

 

em breve + musicas.....

 XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

 

Câncer de  mama

 



Se ame,faça exames ,consulte  seu médico ,faça  um grande favor  a você mesma ,
e aos que te amam ,e que não seriam os mesmos sem você...

 

 

------------------------------------------------------------------------

Violência contra a mulher ,imagens da dor :

 

 

 

 

 

 

 

 


 

DENUNCIE!!!!!!!

 

 

 

 

"Nãoagressão,

 dê  Rosas...."

 

 

 

 

 

"Eu queria  amor,

e ele me deu  violência...."

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

  

 

 

 

 

 

Nigeria,angola,benin

 

 

Photo Flipbook Slideshow Maker

 

 

Juntos e felizes nessa  vida, e desejo que pela  Eternidade !

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 


Simplesmente  foi assim :um dia chorei em teu ombro juvenil .tu  apesar de minhas dificuldades e traumas adquiridos na  vida,simplesmente me olhou dentro de mim ,  viu que eu não era o monstro desajeitado que a maioria  via ,nossa  cumplicidade  se solidificou ,e hoje não suportaria viver mais longe de ti do que já vivo.

---------------------------------------------------------------------------------------

 não tive  a felicidade  de ter ou de  te escolher como  minha pombagira,  mas dou meu  ser com um coração  com todo amor  que um ser  humano  possa  sentir   .

============================================================================


" Por que meu verso é sempre tão carente
De mutações e variação de temas?
Por que não olho as coisas do presente
Atrás de outras receitas e sistemas?

Por que só escrevo esta monotonia,
Tão incapaz de produzir inventos
Que cada verso quase denuncia
Meu nome e seu lugar de nascimento?

Pois saiba, amor, só escrevo a seu respeito
E sobre o amor - são meus únicos temas,
E assim vou refazendo o que foi feito
Reinventando as palavras do poema.

Como o sol, novo e velho a cada dia,
Meu coração rediz o que dizia.

William Shakespeare - Soneto 76 "

==================================================================================

 

 

 Saravá Senhora  !
........ , . - . - , _ ,
........ ) ` - . .> `(
........ / . . . . `\ . \
........ |. . . . . |.. . .|
......... \ . . . ./. . ./
........... `=(\ /.=`
............. `-;`.-'
.............. `)| ... ,
................ || _.-'|
............. ,_|| \_,/
...... , ..... \|| .'
..... |\ |\ ,. ||/
.... ,..\` | /|.,|Y\,
..... '-...'-._..\||/
......... >_.-`Y|
.............. ,_||
................ \||
................. ||
................. ||

 

 HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH

 

Saravá Senhoras,muita força aos que te Amam !!!!

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

  ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

  

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

 

 

 

 

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

 

ESPAÇO EM BREVE  PREENCHIDO ......

 

free counters
Free counters

 

 

 

 

 :Novo Contador de Bandeiras

 

Nota:

por problemas técnicos o Counter flag  original  quebrou ( e com isso houve perda de todos os que visitaram anteriormente) e

 teve que ser reinstalado.

mesmo assim desde já agradeço as visitas de todos países que me visitaram

 

:

NOVA FOTOS NO ALBUM :  "ELAS,AS FLORES DA ENCRUZILHADA...",Meu Colo Fiel ."

 
 Trono de Pombagira
Mistério

"Ela é Odara, ela é Pombagira. Se eu pedir ela me dá"
Pombogira também é um Mistério colocado à disposição dos Orixás para atuar como elemento mágico e agente cármico,nos limites estabelecidos pela Lei Maior. Pombagira é a própria iniciativa em si. O desejo é um fator divino fundamental em nossas vidas,pois nós o absorvemos por todos os poros. O fator desejo de Pombogira combina com o fator vigor de Exu;ambos se completam e criam as condições para que a Umbanda tenha seus recursos mágicos e cármicos,para socorrer quem vem ao templo. Esses fatores,ao se completarem, criam em nossos sentidos as condições ideais para nos lançarmos na conquista de algo, pois despertam em nosso íntimo o desejo de realizar.
O desejo só existe porque assim Deus quis e não se manifesta apenas através do sexo,pois sentimos o desejo de aprender,de dormir, de viajar,de conversar,de nos divertir,de comer determinado alimento ou de vestir determinada roupa etc. A Senhora Pombagira é a pura vibração da sexualidade,mas na função de frear,de bloquear os impulsos sexuais femininos,procurando evitar que as mulheres caiam na tentação do desejo sexual mais instintivo,próximo ao dos animais - a luxúria e a volúpia.Seu Mistério principal é dar fluidez e expandir sentimentos e vontades que por si só são passivos. em seus trabalhos as pombagiras demonstrem alegria,vivacidade e liberdade de palavras e movimentos,e elas são  vistas como cortesas desencarnadas , como Entidades que lidam com a sexualidade das pessoas presentes, para descarregar delas o acúmulo desse tipo de energia. Com o trabalho dessas maravilhosas Entidades e permissão dos Sagrados Orixás a quem elas respondem, os caminhos são limpos, abertos e os pedidos realizados desde que justos, verdadeiros e não prejudiquem ninguém. Pedidos escusos,embora se realizem, retornarão a quem pediu,em dobro. É a Lei do Retorno. a entidade espiritual que se manifesta incorporada em suas médiuns está fundamentada num arquétipo desenvolvido à partir da entidade  Pambu Njila o, originária do culto Angola.
Nos cultos tradicionais oriundos da Nigéria não havia a entidade Pombagira ou um Orixá que a fundamentasse.
Mas,quando da vinda dos nigerianos para o Brasil (isto por volta de 1800), estes aqui encontram-se com outros povos e culturas religiosas e assimilam a poderosa Pambu Njila  angolana que,muito rapidamente,conquistou o respeito dos adoradores dos Orixás. Com o passar do tempo a formosa e provocativa Pombagira conquistou um grau análogo ao de Exu e muitos passaram a chamá-la de Exu Feminino ou de mulher dele. Mas ela,marota e astuta como só ela é, foi logo dizendo que era mulher de sete exus,uma para cada dia da semana, e,com isso,garantiu sua condição de superioridade e de independência. Na verdade,num tempo em que as mulheres eram tratadas como inferiores aos homens e eram vítimas de maus tratos por parte dos seus companheiros,que só as queriam para lavar,passar, cozinhar e cuidar dos filhos,eis que uma entidade feminina baixava e extravasava o ‘eu interior’ feminino reprimido à força e dava vazão à sensualidade e à feminilidade subjugadoras do machismo, até dos mais inveterados machistas.
Pombagira foi logo no início de sua incorporação dizendo ao que viera e construiu um arquétipo forte, poderoso e subjugador do machismo ostentado por Exu e por todos os homens, vaidosos de sua força e poder sobre as mulheres.
Pomba-gira construiu o arquétipo da mulher livre das convenções sociais, liberal e liberada, exibicionista e provocante, insinuante e desbocada, sensual e libidinosa, quebrando todas as convenções que ensinavam que todos os espíritos tinham que ser certinhos e incorporarem de forma sisuda, respeitável e aceitável pelas pessoas e por membros de uma sociedade repressora da feminilidade. Ela foi logo se apresentando como a “moça” da rua,apreciadora de um bom champagne e de uma saborosa cigarrilha, de batom e de lenços vermelhos provocantes. “O batom realça os meus lábios,o rouge e os pós ressaltam minha condição de mulher livre e liberada de convenções sociais”.
Escrachada e provocativa,ela mexeu com o imaginário popular e muitos a associaram à mulher da rua,à rameira oferecida,e ela não só não foi contra essa associação como até confirmou: “É isso mesmo”! E todos se quedaram diante dela,de sua beleza,feminilidade e liberalidade,e como que encantados por sua força, conseguiram abrir-lhe o íntimo e confessarem-lhe que eram infelizes porque não tinham coragem de ser como elas. Aí punham para fora seus recalques,suas frustrações,suas mágoas, tristezas e ressentimentos com os do sexo oposto. E a todos ela ouviu com compreensão e a ninguém negou seus conselhos e sua ajuda num campo que domina como ninguém mais é capaz.
Sua desenvoltura e seu poder fascinam até os mais introvertidos que,diante dela, se abrem e confessam suas necessidades. Quem não iria admirar e amar arquétipo tão humano e tão liberalizado de sentimentos reprimidos à custa de muito sofrimento? Pombagira é isto. É um dos mistérios do nosso divino criador que rege sobre a sexualidade feminina. Critiquem-na os que se sentirem ofendidos com seu poderoso charme e poder de fascinação.
Amem-na e respeitem-na os que entendem que o arquétipo é liberador da feminilidade tão reprimida na nossa sociedade patriarcal onde a mulher é vista e tida para a cama e a mesa. Mas ela foi logo dizendo:“Cama, só para o meu deleite e mesa,só se for regada a muito champagne e dos bons!  Com isso feito, críticas contrárias à parte,o fato é que o arquétipo se impôs e muita gente já foi auxiliada pelas “Moças da Rua”,as companheiras de Exu.
A espiritualidade superior  sinalizou à todos que não estava fechada para ninguém e que, tal como Cristo havia feito, também acolheria a mulher infiel,mal amada,frustrada e decepcionada com o sexo oposto e não encobriria com uma suposta religiosidade a hipocrisia das pessoas que,“por baixo dos panos”,o que gostam mesmo é de tudo o que a Pombagira representa com seu poderoso arquétipo. Aos hipócritas eaos falsos puritanos,pombagira mostra-lhes que, no íntimo,ela é a mulher de seus sonhos… ou pesadelos,provocando-o e desmascarando seu falso moralismo,seu pudor e seu constrangimento diante de algo que o assusta e o ameaça em sua posição de dominador.
Esse arquétipo forte e poderoso já pôs por terra muito falso moralismo,libertando muitas pessoas que,se Freud tivesse conhecido,não teria sido tão atormentado com suas descobertas sobre a personalidade oculta dos seres humanos.
Mas para azar dele e sorte nossa,temos nas Pombagiras,ótimas psicólogas que, logo de cara,vão dando o diagnóstico e receitando os procedimentos para a cura das repressões e depressões íntimas. Afinal, em se tratando de coisas íntimas e de intimidades,nesse campo ela é mestra e tem muito a nos ensinar. O simbolismo é típico da do  brasil porque na África,ele não existia e o seu arquétipo anterior era o de uma entidade feminina que iludia as pessoas e as levavam à perdição. Já aqui,é o espírito que “baixa” em seu médium e,entre um gole de champagne e uma baforada de cigarrilha,orienta e ajuda a todos os que as respeitam e as amam, confiando-lhes seus segredos e suas necessidades. São ótimas psicólogas. E que psicólogas! “Salve as Moças da Rua”!

——————————————————————————–
O mistério Pombagira é regido por uma divindade cósmica que tanto gera quanto irradia o fator desejo.
Saibam também que nem Exu natural nem Pombagira Natural seguem a mesma linha de direção evolutiva dos espíritos, pois eles seguem outra orientação e direcionamento. Pombagira natural é um ser cuja presença desperta o desejo,porque é irradiadora natural desse fator divino.Só que esse fator não se limita ao sexo, e destina-se a todos os sentidos da vida,pois só desejando,um ser empreende alguma coisa ou toma alguma iniciativa em algum sentido.
Portanto,o desejo,é um fator divino fundamental em nossa vida,pois nós o absorvemos por todos os setes chacras principais e também pelos secundários. O desejo só existe porque Deus assim quis e ele não se manifesta só através do sexo,pois sentimos o desejo de aprender, de viajar, de conversar, de nos divertir, de comer determinado alimento ou de vestir determinada roupa, etc. O mistério Pombagira se manifesta através de seres naturais ou de espíritos incorporados às suas hierarquias ativas, pois são elementos mágicos que podem ser ativados por qualquer pessoa, desde que o faça dentro de um ritual  correto.  O mistério Pombagira é em si neutro,e pode ser ativada com oferenda ritual,pois é elemento mágico,assim como pode ser ativada pela Lei Maior porque é agente cármica,esgotadora de emocionais apassionados ou despertadora de desejo em seres apáticos. Entendam que Deus criou tudo,também gerou o desejo como uma de suas qualidades ou fatores,pois sem vibrarmos o desejo,nada desejaremos e nos tornaremos apáticos,desinteressados e nos paralisaremos. Logo,Deus,que tudo sabe,cuidou deste aspecto de nossa vida e gerou o desejo como um de seus fatores,assim como gerou uma divindade cósmica que tanto o gera como o irradia a tudo e a todos. Essa divindade de Deus também formou sua hierarquia divina,que chega até nós no nosso nível terra como as exuberantes Pombagiras. Logo Pombagira polariza com Exu. E o desejo,unindo-se com o vigor, cria nos seres as condições ideais que os ativarão em todos os sentidos e os induzirão a assumir com vigor e paixão as empreitadas mais temerárias.]  Mas,caso sejam ativados e usados indevidamente,ai perdem suas grandezas e se tornam paixões devastadoras e vigores atormentadores para quem der uso a eles,pois são em si mistérios,e,como tal, voltam-se contra quem lhes der mau uso. Aí subjugam essa pessoa,induzem-na aos maiores destinos e aberrações até lançá-la num tormento alucinante,delirante e bestificante,cuja finalidade é levá-la à loucura em todos os sentidos.
Saibam que muitas pessoas que abandonaram a Umbanda e o Candomblé e,todos confusos,atrapalhados e perseguidos por hordas de espíritos obsessores,estão entre as que achavam que Pombagira e Exu eram seus escravos e os atenderiam inconseqüentemente. Mas como começaram a pagar o preço ainda aqui, correram para o abrigo das seitas salvacionistas,e dali se voltam contra estes mistérios cósmicos, acusando-os de “demônios”.
Pombagira não se auto ativa contra ninguém,ou alguém a ativa ou isso quem faz é a Lei Maior.
E tanto pode ser ativada para ajudar quanto para esgotar o desejo em todos os sentidos da vida de uma pessoa, quanto só num sentido onde está se excedendo e se desviando de sua evolução reta e contínua.

 

Glitter Graphics

Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net